A icônica maça que não é a da Apple!

Perfume Maça - Nina Ricci

Hello hello,

Mais uma Segunda-feira chegou e com ela o #Dicas de Fashion Mkt está no ar!!!

E hoje vamos falar sobre um dos mitos da alta costura francesa, marca criada por uma italiana naturalizada francesa que tinha uma rivalidade pública com Coco Chanel (a qual chamava de “A Italiana” ou “A senhora da esquina”.

Sim, vamos falar sobre a marca francesa Nina Ricci que tem alta lição de expansão de marca para nos passar. 😉

 

Logo Nina Ricci

Read more

Muito além de apenas comprar uma boneca

Hello hello!!!
Vamos para mais um #Dicas de Fashion Mkt?!
Hoje vamos falar sobre uma marca subsidiária da Mattel e que cria um tremendo universo para meninas de 3 a 12 anos!
American Girl
Sim, vamos falar sobre a marca fundada por uma conceituada educadora e autora de materiais educacionais, Pleasant T. Rowland, em 1986 e que carrega na sua história um elemento muito importante do marketing 3.0: experiência!
Para começar, a marca tem uma história!

Read more

O macaquinho mais simpático do mundo fashion!

No #Dicas de Fashion Mkt de hoje vamos falar sobre uma marca jovem e que em cada criação carrega um design arrojado e um simpático macaquinho!

Já sabe de que marca estou falando, neh?!

Claro, que é a Kipling!!

logo Kipling

Fundada em janeiro de 1987 na cidade belga de Antuérpia por 3 amigos a marca carrega curiosidades e ensinamentos de construção de marca! 😉

brand

 

Para começar a escolha do nome!

Os fundadores buscavam algo que fosse fácil de pronunciar em qualquer lugar do mundo além de não possuir significado algum.

É minha gente, Kipling não significa NA-DA! Mas então, surgiu como?

Kipling é o sobrenome de um famoso contador de histórias e autor de ” O Livro da Selva” ( The Jungle Book) que adivinhem fala sobre a história do menino-lobo (mais conhecido como Mogli) e mostra o comportamento irreverente e alegre dos macacos.

Dica: Nome fácil!

Quer coisa pior do que você não saber pronunciar o nome da marca que você AMA? Ou até saber, mas ter uma super dificuldade de pronunciar de tal maneira?

Isso é horrível!! E é tanto para o consumidor quanto para a marca!

A não facilidade na hora de pedir por uma marca oralmente faz com que seu consumidor evite pronunciá-la. Ou seja, o consumidor deixa de adquirir um produto da marca que gosta por não saber pedir e a marca deixa, não só, de vender como de ser comentada (afinal ninguém se arrisca a pronunciar seu nome!)

Ponto para a Kipling no quesito facilidade em pronunciar seu nome!

Lógico que além da facilidade da pronúncia é preciso que tenha essa mesma facilidade na hora da escrita. E, sempre lembrar :não adianta ser tudo fácil (pronúncia e escrita) se o nome não tem nada a ver com a marca em si!

Dica: Nome agrega significado a marca

Mais um ponto para a Kipling: identidade nome e marca!

Lembram da onde veio o Kipling?

Do sobrenome do autor de um livro que mostra o comportamento dos macacos!!

AHÁ! Macaco, o famoso e queridinho, mascote da marca!!

Isso mesmo, o mascote da marca vem da criação do nome da empresa!

 

macaquinhos kipling

 

Prosseguindo na história da marca, a Kipling busca dentro da evolução do seu mascote a sua personificação, uma individualidade!

Que é o que a marca divertida, contemporânea e irreverente prega no seu dia a dia!

A Kipling cria e conta histórias a partir da criação de suas bolsas, malas, estojos, mochilas, acessórios e shoes e faz questão de transmitir essa identidade para seu público interno também!

E lá vem mais um ponto para a Kipling: transmitir sua essência tanto para o

público externo quanto interno

Dica que a marca carrega é o: endobranding!

Uma das pioneiras do endobranding (forma que a empresa transmite a sua identidade ao seu público interno) a marca homenageia seus colaboradores dando seus nomes aos macaquinhos!

Assim, além de transmitir aos funcionários a sua essência ela aumenta o engajamento deles com a empresa!!

Demais, não é?

Mas fora essas tips de construção de marca dos 3 amigos: Xavier Kegels, Vincent Haverbeke e Paul Van de Velde a marca possui algumas curiosidades bem legais!!

  • Na Bélgica, país de origem da marca, existem mais bolsas KIPLING do que pessoas.
  • A marca trata as consumidoras fiéis, engajadas e apaixonadas pela KIPLING como Viks (Very Important Kiplinger’s).
  • A cada minuto são vendidas 28 bolsas ou mochilas da marca no mundo.

E aí, quem assim como eu virou mais fã da marca do macaquinho?

Sua marca é autêntica?

Auntêntica
“Eu vivo aquilo que prego.” Oskar Metsavaht
Que o mundo está mudando todo mundo já percebeu. Mas perceberam também que todas essas mudanças geram tendências no padrão do consumo e no comportamento das marcas?
As marcas e sua constante luta em se adaptar rapidamente ao novo jeito dos consumidores agirem e pensarem,
Sendo assim, criar experiência e gerar valor são dois elementos indispensáveis!
Com isso vamos a primícia das marcas: ser AUTÊNTICA!
Afinal não adianta criar experiências dentro de mentiras, não é mesmo?

Read more

Por uma beleza mais natural

Beleza Natural

Ei, você já ouviu falar em beleza orgânica?

Se nunca ouviu preste atenção à sua volta, muitas marcas estão nascendo com essa proposta ou se adaptando a esse novo conceito de produtos de beleza!

A bandeira do mais natural no meio de tantos produtos industrializados, artificiais e até mesmo nocivos a nossa saúde chega como solução estratégica dentro de um marketing cada vez mais espiritual, ou seja, não basta vender um cosmético bom ele precisa ser criativo o suficiente para ter qualidade e não atingir negativamente outros aspectos do mundo onde vivemos, como o meio ambiente!

Read more

Mistura de ARTE, CULTURA, ENTRETENIMENTO E MODA!!

Anúncio Teatro Riachuelo

“O modelo de negócios baseados em valores é o que há de mais inovador no Marketing 3.0”

KOTLER, Philip. Marketing 3.0.Rio de Janeiro:Elsevier,2010.

Quantas vezes vamos escolher um programa cultural e nos deparamos com marcas conhecidas por nós dando o nome ao tal programa escolhido? Por exemplo, a um teatro!

Isso acontece por causa das ações de marketing envolvendo Naming Rights (diretos sobre o nome),ou seja, a concessão do direito do nome entre empresas que compram ou alugam o nome de algum estabelecimento, espetáculos culturais e/ou esportivos trocando para o nome da própria empresa ou de algum produto relacionado. Read more